Notice: Undefined index: preview_code in /home/dozet2/public_html/artigos.php on line 15

Notice: Undefined index: cid in /home/dozet2/public_html/artigos.php on line 16
Doze Tribos - Artigos

Solidão


Solidão - um lugar conhecido
Um refúgio seguro onde o medo me envolve como um cobertor de pelúcia
Medo de sondar a mim mesma,
Não sabendo como lidar com as profundezas dos meus enigmas interiores
Medo de deixar você se aproximar de mim e ganhar meu coração
Medo de confiar em você e começar a revelar o "eu" por trás do "eu", com quem você fez amizade até agora
Quando as rachaduras são expostas e eu esqueço da "minha fala"
Quando o sorriso desbota e a máscara perde seu lustre
Você ainda me desejará?
Eu me tornei um "expert" em representar meu papel
Eu acho que foi Shakespeare quem declarou a verdade disso tudo
O mundo inteiro é um palco e eu sou uma das suas múltiplas personagens
Na luz de holofote de olhos vigilantes
Cada movimento é calculado
Mas, ao descer do pano no final de cena
Eu volto para meu reino solitário
Solidão foi aquela noite - noite após noite -
Quando eu me despedi de você e depois...
Subi os degraus que levam até meu apartamento vazio
Sentada na poltrona com minha cabeça entre minhas pernas chorando,
Pranteando perante a dor do meu desespero silencioso,
O qual há tempo, se tornou meu companheiro constante
TV, rádio e luzes ligados e minha máscara rachando,
Rachando o bastante para eu emitir meus clamores de angústia
até que o sonho apoderou-se de mim
Mas...amanhã nos encontraremos de novo
Num gesto de etiqueta social,
Eu te oferecerei meu sorriso polido
Conversaremos superficialmente
Perguntaremos sobre o bem-estar um do outro
Sem considerar a resposta
Lógico, eu direi que estou bem
E sua resposta é irrelevante
...Medo de deixar você me conhecer
...Medo de ser conhecida
Solidão - um lugar conhecido
Um refúgio seguro...


Leia Mais:

Rafael

Tudo começou quando ele ainda era um menino e foi para sua mãe perguntando sobre uma mancha estranha em seu braço. Era uma mancha bem pequena e quando ele a tocava, não sentia nada. Era como se não a estivesse tocando. Sua mãe estava sempre na correria...

Leia Mais

Fogo na Montanha

Um forte e árido vento soprava através do terreno abrasado pelo sol, varrendo a fina areia em redemoinhos, atormentando os olhos cansados e a garganta seca de Natan. Seus pés descalços esmigalhavam ruidosamente pedrinhas quentes afiadas enquanto ele...

Leia Mais

A Vida e os Tempos de Rogério Sousa

"Ahhhh, a vida simples." Rogério Sousa murmurou debaixo de seu fôlego enquanto ele se inclinou na sua cadeira acolchoada. Depois de um dia estressante na firma, a única coisa que ele queria fazer era...

Leia Mais

Formiga Alienígena

No meio de um campo que pertencia à fazenda do Seu José, havia um grande formigueiro, cheio de robustas formigas vermelhas. Eram altamente inteligentes e sofisticadas, mantendo uma sociedade modernamente civilizada, completa, com um governo centralizado...

Leia Mais